Login

Efetue seu login para participar:

OVERDRIVE CARANGUEJO

OVERDRIVE CARANGUEJO

Concorra a pares de cortesias para a peça "Overdrive Caranguejo":

Se você foi um dos contemplados, retire suas cortesias até o dia 23/09 (sexta-feira) de 9h às 15horas, na Avenida Getúlio Vargas – 291 – Funcionários.
 
 
Sobre o espetáculo 
 
Conhecida por obras impregnadas de arrojo cênico, a Aquela Cia. de Teatro alcança plenamente neste drama a harmonia tão frágil entre comunicação com o público e desbravamento sem concessões. Pedro Kosovski assina o potente texto sobre um soldado da Guerra do Paraguai (papel de Matheus Macena) que, dispensado após um colapso nervoso, retorna ao Rio de 1870. Sua cidade natal, porém, está irreconhecível aos seus olhos, devido às obras de saneamento que dariam origem ao Canal do Mangue, no Centro. A alusão às reformas urbanísticas que tomaram o Rio nos últimos anos (e sua eventual gentrificação por consequência) é inequívoca, mas, felizmente, desprovida de qualquer ranço de didatismo ou panfletagem. Outras reflexões, no entanto, vêm à tona no texto, de tal maneira imbricado com a encenação — e nisso reside grande parte da força avassaladora da montagem — que é até difícil imaginar o conteúdo em outra forma. Na direção de Marco André Nunes, diálogos, palavra recitada, elementos de performance e trilha executada ao vivo (pelo diretor musical Felipe Storino, com Maurício Chiari e Kosovski) se cruzam de forma orgânica. A fascinante instalação cênica que abriga a trama (concebida por Nunes e iluminada com esmero por Renato Machado) sugere a crueza suja do mangue em uma caixa de areia e em uma gaiola de caranguejos. Completado por Eduardo Speroni, Alex Nader, Fellipe Marques e Carolina Virguez, o elenco exibe notável entrega e, para além de destaques individuais, uma extraordinária noção de conjunto.

Serviço:

Data: 24.09.2016 - 21:00

Local: Sesc Palladium - Av. Augusto de Lima, 420 - Centro, Belo Horizonte

Está promoção já foi encerrada!

  • Claudio Otaviane Bernardes Silva
  • Jose Aparecido Lousada
  • Leticia Fernandes de Barros
  • Alexandre Nicolau Nahas
  • Luizinha Lopes Barcelos

Esta é uma promoção exclusiva para os assinantes do jornal Estado de Minas. Os prêmios deverão ser retirados somente na data e horário estipulados neste hotsite, não cabendo ao Estado de Minas reservar, guardar ou trocar tais itens. No ato do cadastro, o internauta deverá fornecer somente as informações solicitadas: Login; Senha. A retirada do prêmio deverá ser feita somente pelo ganhador ou terceiro, mediante apresentação de Carteira de Identidade original do contemplado. Não serão aceitas cópias de qualquer outra documentação na retirada de prêmios. Caso o assinante contemplado não retire seu prêmio na data e horário especificados no hotsite da promoção, tais itens serão de propriedade do Estado de Minas. O assinante poderá conferir a relação dos contemplados acessando este hotsite. As datas e horários de divulgação dos resultados podem ser alterados sem aviso prévio. O direito ao prêmio não pode ser convertido em dinheiro. Em hipótese alguma o ganhador poderá pedir a troca ou substituição de qualquer detalhe que não seja o determinado na descrição do prêmio. Ao inscrever-se o internauta declara ter lido e aceito o regulamento acima descrito.

Concorra a pares de cortesias para a peça "Overdrive Caranguejo":

Se você foi um dos contemplados, retire suas cortesias até o dia 23/09 (sexta-feira) de 9h às 15horas, na Avenida Getúlio Vargas – 291 – Funcionários.
 
 
Sobre o espetáculo 
 
Conhecida por obras impregnadas de arrojo cênico, a Aquela Cia. de Teatro alcança plenamente neste drama a harmonia tão frágil entre comunicação com o público e desbravamento sem concessões. Pedro Kosovski assina o potente texto sobre um soldado da Guerra do Paraguai (papel de Matheus Macena) que, dispensado após um colapso nervoso, retorna ao Rio de 1870. Sua cidade natal, porém, está irreconhecível aos seus olhos, devido às obras de saneamento que dariam origem ao Canal do Mangue, no Centro. A alusão às reformas urbanísticas que tomaram o Rio nos últimos anos (e sua eventual gentrificação por consequência) é inequívoca, mas, felizmente, desprovida de qualquer ranço de didatismo ou panfletagem. Outras reflexões, no entanto, vêm à tona no texto, de tal maneira imbricado com a encenação — e nisso reside grande parte da força avassaladora da montagem — que é até difícil imaginar o conteúdo em outra forma. Na direção de Marco André Nunes, diálogos, palavra recitada, elementos de performance e trilha executada ao vivo (pelo diretor musical Felipe Storino, com Maurício Chiari e Kosovski) se cruzam de forma orgânica. A fascinante instalação cênica que abriga a trama (concebida por Nunes e iluminada com esmero por Renato Machado) sugere a crueza suja do mangue em uma caixa de areia e em uma gaiola de caranguejos. Completado por Eduardo Speroni, Alex Nader, Fellipe Marques e Carolina Virguez, o elenco exibe notável entrega e, para além de destaques individuais, uma extraordinária noção de conjunto.

Serviço:

Data: 24.09.2016 - 21:00

Local: Sesc Palladium - Av. Augusto de Lima, 420 - Centro, Belo Horizonte