Login

Efetue seu login para participar:
Diminuir Aumentar


Publicação:17/12/2014 16:13 | Atualização: 17/12/2014 16:44

Marcos Bellusci
Fachada Circus Rock Bar (Marcos Bellusci)

Fachada Circus Rock Bar

O Circus Rock Bar, caçula dos três empreendimentos do Circuito do Rock, abriu as portas em 2011, unindo rock n’ roll e elementos circenses por todo o espaço e nas ações junto aos clientes. A casa foi inspirada no lendário festival Rock n’ Roll Circus, realizado pelos Rolling Stones para a TV em 1968, que mesclava números com trapezistas, mágicos e malabares com shows de The Who, Jethro Tull, uma banda formada por John Lennon, Eric Clapton, Yoko Ono e Keith Richards e os próprios Stones.
Além de bandas locais, como Cálix, 14 Bis e Tianastácia, o Picadeiro do Rock também já foi palco de nomes de projeção nacional como Nasi, Raimundos e Cachorro Grande, e de lendas do hard rock, como os guitarrista Richie Kotzen e Paul Gilbert e os cantores Eric Martin (do Mr. Big) e Jeff Scott Soto (ex-Journey).
Destacam-se eventos especiais como o super aguardado Reveillon do Circus, a BH Beatle Week, que acontece esse ano pela terceira vez, com a chancela do festival original, de Liverpool, e ainda festas de aquecimento de grandes shows em BH – como o do Black Sabbath, Guns n’ Roses e Red Hot Chili Peppers. Já está programado o aquecimento para o show do Foo Fighters na cidade, em janeiro.
Marcos Bellusci
 (Marcos Bellusci)
As cervejas são a preferência da maioria e vão desde as mais populares, como Budweiser, Stella Artois e Bohemia, até especiais como Franziskaner, Leffe e Hoegaarden. Elas dividem atenção com os muitos cocktails disponíveis, principalmente os que levam vodka e Jack Daniel’s.
Lançamento recente, os Shots do Rock são uma boa opção pra quem opta por drinks rápidos. Criados por 6 barmen das casas do Circuito do Rock, os shots remontam a clássicos da história do gênero, de festivais lendários como o Woodstock à álbuns marcantes, como The Dark Side of the Moon. O reggae não ficou de fora – o drink mais colorido e tropical da leva tem o nome de I shot the sheriff. Raul também foi homenageado com o Tente outra vez – insinuante expressão para os admiradores das rodadas alcoólicas. Já o shot que precisa ser “aceso”, com fogo na superfície da bebida, foi nomeado, claro, “Light my fire”, maior sucesso dos Doors.
Falando em agilidade, o temaki é a alternativa mais pedida pra quem quer comer durante a intensa noite de rock. A casa também oferece variados petiscos e crepes, que vão da Lingüiça de Cordeiro com especiarias ao Filet com Molho Champignon.
Localizada na parte mais boêmia do bairro de Lourdes, na rua Gonçalves Dias, 2010, o Circus abriga até 480 pessoas. São dois andares, espaço lounge, sinuca, TV em todos os ambientes e telão no salão principal. Contato: (31) 3275-4344. Classificação 18 anos.
Assinante Estado de Minas possui benefício especial no Circus Rock Bar. Nas sextas-feiras, os assinantes ganham uma Welcome Bud ou Welcome Shot do Rock e podem entrar com um acompanhante pela fila preferencial até 23h. Acesse em.com.br/clubea e conheça mais benefícios exclusivos Clube A.